Home / Significado dos 64 Hexagramas / Hexagrama 06 – A Disputa

Hexagrama 06 – A Disputa

O Significado do hexagrama 06 do I Ching 'A Disputa'

O oráculo

A Disputa. Confiança e sinceridade acompanhadas por obstáculos.
Com cautela os assuntos podem prosperar num meio termo.
Prosseguir no conflito até seu amargo fim será desastroso.
É vantajoso visitar o grande homem.
Não é favorável cruzar o grande rio.

Interpretação

Mesmo quando se é sincero no esforço, encontram-se resistências e impedimentos. Em conflitos dessa natureza o melhor caminho consiste em manter a clareza e a prudência. A habilidade de tomar providências para conciliar os interesses e estabelecer um meio termo será fonte de boa sorte.

As disputas não devem ser levadas até o extremo, pois poderão criar conflitos e inimizades irreparáveis. Conduzir uma luta até seu amargo fim dá maus resultados, mesmo quando se tem toda razão.

“Visitar o grande homem” significa buscar ajuda de alguém imparcial e com autoridade suficiente para ser o mediador entre as partes e garantir uma decisão justa. Quando nos encontramos em situação de conflito, na maior parte das vezes não é apenas o outro o “culpado”. No coração de cada ser encontram-se recantos de sombra. A ajuda de alguém mais maduro, além de pôr fim a uma guerra inglória, pode nos ajudar a crescer, se descobrirmos a origem interna do conflito.

A recomendação para não se atravessar o grande rio indica que neste caso não se deve tentar qualquer grande manobra pessoal para resolver o impasse ou fugir do problema, pois isso poderá levar ao abismo, ou seja, aumentar a confusão e o conflito.

Conselho

O homem nobre só inicia um empreendimento depois de ter planejado cuidadosamente.

Interpretação

Toda atenção deve estar nos passos iniciais das tarefas e realizações a que nos propomos. Mesmo os homens experientes buscam bons conselhos quanto aos projetos que pretendem iniciar. Para evitar conflitos, tudo deve ser cuidadosamente considerado, deixando claros os direitos e deveres de cada parte.

Quando as tendências espirituais convergem, a causa de conflitos fica eliminada. Mas, mesmo nesses casos, é importante esclarecer as metas comuns e as responsabilidades de cada um.

____________________________________

Linhas móveis

Linha móvel (seis) na primeira posição significa:

Se não se perpetuar a questão
haverá uma pequena maledicência.
Ao final chega a boa fortuna.

Enquanto a luta encontra-se em seus primórdios, o melhor que se pode fazer é abandoná-la. Principalmente diante de um adversário mais forte, não é aconselhável deixar que o conflito chegue à instância de decisão. Assim pode ainda ocorrer uma discussão áspera, mas ao final tudo irá bem.

Linha móvel (nove) na segunda posição significa:

Não se pode lutar, volta-se para casa e cede-se.
As pessoas de sua cidade, trezentos lares,
permanecem livres de culpa.

Na luta contra um adversário superior a retirada não é uma vergonha. Quando alguém se retira a tempo, evita más conseqüências. Se, movido por um falso amor-próprio, entrasse numa luta desigual, provocaria com isso sua própria desgraça.

Uma sábia conciliação nesse caso beneficiará toda a comunidade, que assim não será arrastada ao conflito.

Linha móvel (seis) na terceira posição significa:

Alimentar-se da antiga virtude induz à perseverança.
Perigo. Ao final chega a boa fortuna.
Se acaso você está a serviço de um rei,
não procure encargos.

Há aqui uma advertência sobre o perigo que implica a tendência à expansão. O homem só tem posse duradoura sobre o que foi ganho honestamente através de méritos. Tal patrimônio pode ser ocasionalmente questionado, mas como se trata de propriedade legítima, não poderá ser roubado. Ele não pode perder aquilo que pela força de seu próprio ser lhe corresponde.

Quando se coloca a serviço de um superior, só evitará o conflito não procurando obter prestígio através de seus trabalhos. O que importa é que a tarefa seja realizada. Que as honrarias sejam deixadas aos outros.

Linha móvel (nove) na quarta posição significa:

Ele não pode lutar,
volta e submete-se ao destino.
Modifica-se e encontra a paz na perseverança.
Boa fortuna.

Isso indica alguém cuja atitude interna ao início não encontra paz. Ele não se sente bem em sua situação e deseja alcançar uma posição melhor, mesmo que através do conflito. Ao contrário da linha na segunda posição, aqui se está lidando com um adversário mais fraco e, assim, se poderia vencer. Mas ele não pode lutar, pois em sua consciência sabe ser isso injustificável.

Assim sendo recua, aceitando seu destino. Modifica sua atitude e encontra a paz duradoura na harmonia com a lei eterna. Isso traz boa fortuna.

Linha móvel (nove) na quinta posição significa:

Lutar diante dele traz suprema boa fortuna.

Aqui surge o árbitro do conflito. Poderoso e justo, é capaz de fazer prevalecer o que é correto. Pode-se confiar a ele um litígio sem temor. Aquele que tiver razão encontrará suprema boa fortuna.

Linha móvel (nove) na sexta posição significa:

Mesmo que, por um acaso,
alguém seja presenteado com um cinto de couro,
ao final da manhã lhe deterá sido arrancado três vezes.

Aqui se descreve alguém que levou o conflito até seu amargo fim, e triunfou. Recebe uma condecoração. Porém, sua felicidade não durará. Ele será atacado continuamente e o resultado é um conflito sem fim.

Sobre Constantino K. Riemma

Constantino K. Riemma
É autor de diversos textos sobre I Ching, Astrologia e Tarô. Trabalha como Terapeuta há 20 anos utilizando estas linguagens simbólicas como ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *