Home / Significado dos 64 Hexagramas / Hexagrama 54 – O Casamento da Jovem

Hexagrama 54 – O Casamento da Jovem

O Significado do hexagrama 54 do I Ching 'O Casamento da Jovem'

O oráculo

O Casamento da Jovem. Avançar traz infortúnios.
Nenhuma ação ou objetivo é favorável.

Interpretação

Simboliza a união dos opostos – dos princípios celeste e terrestre – que dá origem a toda manifestação na natureza. Ensina que o afeto espontâneo entre o homem e a mulher, livre de artificialidade e precipitação, cria a base sólida para um casamento frutificar.

No lar, a figura feminina – com suas virtudes de suavidade e receptividade – desempenha o papel central numa união harmoniosa e duradoura. É por essa razão que não se devem forçar as condições do momento. Precipitar as iniciativas, ou deixar que a ansiedade tome conta da situação, pode acarretar conseqüências muito desfavoráveis.

Há momentos que impõem retidão e recolhimento. O avanço voluntarioso na direção do objetivo desejado terá efeito nefasto. Em tais épocas, o segredo está em encontrar um lugar de paz, enquanto aguardamos que os prazos se cumpram.

Conselho

O homem nobre, à luz da finalidade eterna, reconhece o que é mau e transitório desde o início.

Interpretação

O Livro recomenda evitar qualquer atitude imediatista, que só quer tirar vantagem das situações do momento. Quem age assim, fica ao sabor dos estímulos passageiros e perde de vista as grandes metas que dariam sentido e dignidade à existência. O homem de qualidade, como não perde de vista os fins superiores, reconhece com clareza a ação adequada e justa em cada passo de seu caminho.

____________________________________

Linhas móveis

Linha móvel (nove) na primeira posição significa:

A jovem que se casa como concubina.
Um aleijado que pode andar.
Empreendimentos trazem boa fortuna.

Os príncipes da China antiga mantinham uma rigorosa hierarquia entre as damas da corte, que eram subordinadas à rainha, como as irmãs mais moças às mais velhas. Com freqüência essas jovens provinham da família da rainha que, ela própria, as encaminhava a seu marido.

Isso significa que uma jovem, ingressando numa família de comum acordo com a esposa, não estará situada no mesmo nível desta; deverá proceder com modéstia, mantendo-se num segundo plano. Porém, se ela souber integrar-se nesse contexto, poderá alcançar uma posição plenamente satisfatória e se sentirá protegida pelo amor de seu marido, a quem dará filhos.
O mesmo significado é encontrado no relacionamento entre funcionários. Às vezes um príncipe deposita sua confiança num homem que é seu amigo pessoal. Esse homem deve agir exteriormente com muito tato, mantendo-se em segundo plano, deixando-se preceder pelos ministros de estado. Mesmo quando limitado por sua posição como se fosse um aleijado, ele ainda poderá realizar algo graças à sua natureza bondosa.

Linha móvel (nove) na segunda posição significa:

Alguém com uma só vista ainda pode ver.
A perseverança de uma pessoa solitária é favorável.

Aqui se indica a situação de uma jovem casada com um homem que a decepciona. Marido e mulher devem agir juntos como os dois olhos. A jovem foi deixada para trás, sozinha. O homem de sua escolha ou não lhe é mais fiel ou morreu. Mas ela não perde a luz interior de sua lealdade. Ainda que tenha perdido sua outra vista, ela se mantém fiel mesmo na solidão.

Linha móvel (seis) na terceira posição significa:

A jovem que se casa como escrava.
Ela se casa como concubina.

Uma jovem de posição inferior, não encontrando um marido, pode, em certas circunstâncias, ser ainda acolhida como concubina.

Esta situação se refere a alguém com um desejo excessivo de alegrias, que não pode alcançar pelos caminhos normais. Deste modo ela se coloca numa situação que não é de todo compatível com a sua própria dignidade. O texto não acrescenta qualquer julgamento ou advertência; apenas apresenta a situação tal como realmente é, para que cada um chegue por si mesmo à conclusão.

Linha móvel (nove) na quarta posição significa:

A jovem que se casa prorroga o prazo.
Um casamento tardio virá no seu devido momento.

A jovem é virtuosa e não quer se perder. Por essa razão deixa passar a época habitual para o casamento. Mas isso não é prejudicial. Ela é recompensada pela sua pureza, encontrando, ainda que tardiamente, o marido predestinado.

Linha móvel (seis) na quinta posição significa:

O soberano Yi concede sua filha em casamento.
As vestes bordadas da princesa não eram tão suntuosas
como as da serva.
A lua, quase cheia, traz boa fortuna.

O soberano Yi foi o governante que decretou que as princesas imperiais deveriam se subordinar a seus maridos do mesmo modo que as demais mulheres (cf. a quinta linha do hexagrama 11). Um imperador não espera que um pretendente corteje sua filha. Ele providencia que o casamento se realize no momento que lhe parece adequado. Por isso, de acordo com a tradição, é correto nesse caso que a família da jovem tome a iniciativa.

Aqui uma jovem da aristocracia se casa com um homem de condição modesta e sabe adaptar-se de maneira harmoniosa à sua nova condição. Ela se liberta da vaidade dos adornos externos e, em sua vida conjugal, esquece a origem nobre, se subordinando a seu marido, assim como a Lua ainda crescente não enfrenta o Sol diretamente.

Linha móvel (seis) na sexta posição significa:

A mulher segura a cesta que, no entanto, não contém frutos.
O homem apunhala a ovelha, mas não corre sangue.
Nada é favorável.

Durante o sacrifício dedicado aos antepassados a mulher devia apresentar os frutos numa cesta, e o marido matar, com suas próprias mãos, o animal a ser oferecido. Aqui o ritual se realiza apenas na aparência. A mulher toma um cesto vazio e o marido apunhala uma ovelha já morta, apenas para cumprir as formalidades. Mas essa atitude de incredulidade e irreverência não traz nenhum bem ao casamento.

Sobre Constantino K. Riemma

Constantino K. Riemma
É autor de diversos textos sobre I Ching, Astrologia e Tarô. Trabalha como Terapeuta há 20 anos utilizando estas linguagens simbólicas como ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *