Home / Significado dos 64 Hexagramas / Hexagrama 43 – Determinação

Hexagrama 43 – Determinação

O Significado do hexagrama 43 do I Ching 'Determinação'

O oráculo

Determinação. Ao fazer uma proclamação na côrte real,
a sinceridade envolve perigo.
Ao notificar sua própria cidade,
não é favorável recorrer às armas.
É favorável seguir um objetivo.

Interpretação

Este hexagrama, também conhecido por “Resolução”, “Decisão”, “Irromper” ou “Eliminação de Obstáculos”, trata de uma situação em que medidas drásticas e arriscadas precisam ser tomadas para combater o mal. Expor francamente o que se passa constitui um perigo que, se for utilizado com consciência e cautela, poderá trazer ótimo resultado. O momento é oportuno para a remoção do mal e o restabelecimento da harmonia. Um cuidado porém torna-se imprescindível: não se deixar arrastar por atitudes impulsivas ou pela utilização prematura da força, ou seja, “não é favorável recorrer às armas”.

Wilhelm cita quatro regras para o sucesso do bem no combate contra o mal:

1. A determinação deve repousar na união da força com a benevolência.
2. Não é possível um compromisso com o mal: ele deve ser desacreditado abertamente.
3. O combate não deve ser conduzido com violência; quando o mal é denunciado, ele recorre às armas e, se revidarmos, seremos envolvidos pelo ódio e pelas paixões.
4. A melhor maneira de combater o mal é um progresso enérgico no bem.

Conselho

O homem nobre distribui seus ganhos aos que estão abaixo; em sua virtude, renuncia aos bens acumulados.

Interpretação

Quando a acumulação da riqueza ultrapassa um certo ponto, há risco de um desmoronamento brutal. Aquele que acumula riqueza só para si, sem pensar nos outros, também sofrerá grandes perdas. Toda acumulação é seguida por uma dispersão. É por essa razão que o sábio age oportunamente e já começa distribuir enquanto recolhe.

____________________________________

Linhas móveis

Linha móvel (nove) na primeira posição significa:

Reforçar os pés que avançam.
Se um homem segue adiante, sem estar à altura da tarefa,
cometerá um erro.

Em épocas de avanço resoluto, o início é particularmente difícil. Há um entusiasmo para avançar com decisão, mas a resistência é ainda demasiado forte. É necessário, então, avaliar sua própria força e prosseguir, apenas, até onde há certeza de sucesso. Lançar-se adiante cegamente é um erro, em particular no começo, quando um revés inesperado pode ter as mais desastrosas conseqüências.

Linha móvel (nove) na segunda posição significa:

Um grito de alarme.
Armas ao entardecer e ao anoitecer.
Não tema coisa alguma.

Estar preparado e tudo que importa. A decisão exige cautela. Quando se é cauteloso e atento não há razão para assustar-se ou perturbar-se. Mantendo-se alerta antes do perigo surgir se estará preparado para enfrentá-lo e, portanto, não há nada a temer. O homem superior permanece em guarda contra o que ainda não pode ver, e atento àquilo que ainda não pode ouvir. Por isso ele vive em meio a dificuldades, como se não fossem dificuldades. Quando um homem cultiva seu caráter, os outros se submetem a ele espontaneamente. Quando a razão triunfa, as paixões por si mesmas se recolhem. Manter a seriedade e não esquecer sua armadura – eis o caminho certo para a segurança.

Linha móvel (nove) na terceira posição significa:

Expressar seu poder na face traz infortúnio.
O homem superior está firmemente decidido.
Ele caminha sozinho e é surpreendido pela chuva.
Molha-se, e pessoas murmuram contra ele.
Nenhuma culpa.

Aqui um homem se encontra numa situação ambígua. Enquanto todos estão empenhados na luta decidida contra os homens inferiores, somente ele mantém um certo relacionamento com um homem inferior. Caso tente se mostrar forte exteriormente, enfrentando-o antes do momento próprio, colocará em risco toda a situação. O homem inferior então se adiantaria, tomando medidas preventivas. A tarefa do homem superior aqui é muito difícil. Ele precisará estar internamente muito firme para que, mesmo permanecendo associado ao homem inferior, possa evitar participar de suas vilezas. Isso fará com que seja, sem dúvida, mal interpretado. Julgarão que ele pertence à facção do homem inferior. Ficará então sozinho, pois ninguém o compreenderá. Seu relacionamento com o homem inferior o torna indigno aos olhos da multidão que, revoltada, o recrimina e acusa. Mas ele suporta o desprezo, não comete erro algum, pois permanece fiel à sua consciência.

Linha móvel (nove) na quarta posição significa:

Não há pele nas coxas
e torna-se difícil caminhar.
Se nos deixássemos conduzir como uma ovelha,
o arrependimento desapareceria.
Porém, quando ouvimos estas palavras
não lhes damos crédito.

Em virtude de uma inquietação interna, um homem não consegue permanecer em seu lugar próprio. Quer avançar de qualquer maneira, mas encontra obstáculos insuperáveis. Surge, então, um conflito interior, resultante do desejo obstinado de impor sua própria vontade. Tudo iria bem, se ele desistisse de sua atitude obstinada. Mas este conselho, como tantos outros bons conselhos, será ignorado. Porque a obstinação faz com que, apesar de se ter ouvidos, não se possa ouvir.

Linha móvel (nove) na quinta posição significa:

Ao lidar com a erva daninha
é preciso uma firme decisão.
Caminhando pelo meio
se permanece livre de culpa.

Ervas daninhas renascem sempre, e são difíceis de exterminar. Assim também a luta contra um homem inferior numa posição elevada exige uma firme decisão. Como se está associado a ele, há perigo de se desistir da luta considerada perdida. Mas isso não deve acontecer. É preciso seguir com decisão, sem se deixar desviar do caminho. Só assim se permanecerá livre de culpa.

Linha móvel (seis) na sexta posição significa:

Nenhum chamado.
Ao final chega o infortúnio.

A vitória parece conquistada. Resta apenas um remanescente do mal e este é o momento de erradicá-lo de forma definitiva. Tudo parece muito fácil. Mas nisso, justamente, reside o perigo. Caso não se esteja alerta, o mal poderá escapar, ocultando-se. Uma vez tendo escapado, dessas sementes restantes surgirão novos infortúnios, pois o mal não desaparece facilmente. O mesmo acontece com as falhas de caráter. Para erradicá-las é preciso um trabalho firme e profundo. Se o homem, por negligência, deixasse que alguma falha subsistisse, isso acarretaria novos infortúnios.

Sobre Constantino K. Riemma

Constantino K. Riemma
É autor de diversos textos sobre I Ching, Astrologia e Tarô. Trabalha como Terapeuta há 20 anos utilizando estas linguagens simbólicas como ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *