Home / Significado dos 64 Hexagramas / Hexagrama 20 – A Contemplação

Hexagrama 20 – A Contemplação

O Significado do hexagrama 20 do I Ching 'A Contemplação'O oráculo

Contemplação. As mãos foram lavadas,
mas a oferenda ainda não foi feita.
A sinceridade inspira respeito.

Interpretação

O oráculo revela que o primeiro passo foi dado, que há disposição para seguir numa certa direção, mas que o principal ainda não foi cumprido. E nos convida a compreender a importância dos intervalos, os períodos de transição que se apresentam entre as diferentes etapas na realização de um serviço, seja ele sagrado ou humano. É em momentos como esse que a contemplação pode nos revelar o sentido de todos os fenômenos do universo, em seus diferentes níveis de manifestação.

A poderosa consistência interior do santo sábio, a força da fé do homem religioso, evocam a busca da perfeição e da auto?realização espiritual. São exemplos que nos inspiram respeito e podem sugerir maior amplitude para as nossas metas pessoais, para o trabalho que nos cabe estimular nos grupos dos quais participamos.

Ao contemplarmos os ciclos da vida e dos acontecimentos, suas ascensões e declínios, encontramos o saber necessário para levar nossos empreendimentos a um bom resultado.

Conselho

Os antigos governantes visitavam as diferentes regiões para observar e instruir o povo.

Interpretação

O modelo que o Livro nos oferece mostra a disposição para percorrer todas as regiões (quer da vida exterior, quer da vida íntima) para conhecer o que de fato se passa em cada recanto e desse modo orientar e corrigir os equívocos.

Os homens capazes percebem os verdadeiros sentimentos das pessoas ao seu redor e, por essa razão, dificilmente são enganados. Pelo seu nível de ser exercem influência sobre o meio através da simples presença. Não precisam forçar os acontecimentos e as coisas fluem.

____________________________________

Linhas móveis

Linha móvel (seis) na primeira posição significa:

Contemplação pueril.
Para um homem inferior, nenhuma culpa.
Para um homem superior, humilhação.

Isso significa uma contemplação a distância, sem compreensão. Há um homem influente, mas sua atuação não é compreendida pelas pessoas comuns. Isso não tem grande importância em relação às massas, pois são beneficiadas pela ação do sábio governante, mesmo sem compreendê-lo. Mas, para o homem superior, isso é uma desgraça. Ele não deve satisfazer-se com uma contemplação superficial e irrefletida das forças dominantes; deve contemplá-las em conjunto, e procurar compreendê-las.

Linha móvel (seis) na segunda posição significa:

Contemplação através de uma brecha na porta.
Favorável à perseverança de uma mulher

Através de uma brecha na porta se tem uma visão restrita. Olha-se de dentro para fora. A contemplação é limitada subjetivamente. Um homem relaciona tudo a si mesmo e é incapaz de se colocar no lugar do outro e compreender os motivos de sua ação. Isso é apropriado a uma boa dona-de-casa, que não precisa entender dos assuntos do mundo. Para um homem que tem de atuar na vida pública, este modo egoísta e limitado de ver as coisas é evidentemente nefasto.

Linha móvel (seis) na terceira posição significa:

A contemplação de minha vida
decide entre progresso ou retrocesso.

Este é o ponto de transição. Aqui o homem já não olha mais para fora, para receber imagens limitadas e confusas, porém dirige a contemplação a si mesmo em busca de orientação para suas decisões. Essa introspecção representa a superação do egoísmo ingênuo daquele que vê a tudo de seu próprio ponto de vista. Ele começa a refletir e com isso se torna objetivo. Porém, o autoconhecimento não consiste em alguém se ocupar dos seus próprios pensamentos; é, isto sim, voltar-se para as conseqüências do que criou. É somente através dos efeitos resultantes de sua vida que uma pessoa pode julgar se o que realizou significa progresso ou retrocesso.

Linha móvel (seis) na quarta posição significa:

Contemplação da luz do reino.
É favorável exercer influência
como convidado de um rei.

Isso descreve um homem que conhece os segredos do que faz um reino florescer. Tal homem deve ser colocado numa posição de autoridade em que possa exercer influência. Ele deve ser como que um hóspede, isto é, deve ser reverenciado e deixado livre para agir com independência, e não ser usado como um instrumento.

Linha móvel (nove) na quinta posição significa:

Contemplação de minha vida.
O homem superior está livre de culpas.

Um homem que ocupa uma posição de autoridade, para o qual os outros erguem o olhar, deve estar constantemente disposto a analisar-se. Porém, o correto modo de examinar-se não consiste numa passiva meditação sobre si mesmo e sim na análise dos efeitos que se produziram. Somente quando esses efeitos são benéficos e quando se tem uma boa influência sobre os outros é que a contemplação da própria vida trará ao homem a satisfação de se saber livre de erros.

Linha móvel (nove) na sexta posição significa:

Contemplação da sua vida.
O homem superior está livre de culpas.

Enquanto a linha anterior representa um homem que se contempla a si mesmo, aqui, na posição mais elevada, está excluído tudo o que é pessoal e relacionado ao ego. Assim se tem a imagem de um sábio afastado dos assuntos do mundo. Liberto de seu ego, ele contempla as leis da vida e reconhece que saber como se manter livre de culpas é o supremo bem.

Sobre Constantino K. Riemma

Constantino K. Riemma
É autor de diversos textos sobre I Ching, Astrologia e Tarô. Trabalha como Terapeuta há 20 anos utilizando estas linguagens simbólicas como ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *