Home / Significado dos 64 Hexagramas / Hexagrama 03 – O Começo

Hexagrama 03 – O Começo

O Significado do hexagrama 03 do I Ching 'O Começo'

O oráculo

Dificuldade seguida de sublime sucesso.
A perseverança na direção correta traz recompensas.
Não procure novos objetivos.
É vantajoso consolidar a posição atual.

Interpretação

O hexagrama fala do nascimento e crescimento em meio a dificuldades, como acontece com uma semente até se transformar em planta. A germinação da semente, o nascimento de um novo ser, o começo de um projeto original. Sempre apresentam dificuldades iniciais. No plano humano, igualmente, é necessário fazer face às incertezas e aos conflitos de interesses. Mas o momento é ideal para a construção do futuro, e o oráculo assegura as condições para o êxito.

A coragem e a convicção interior são indispensáveis para sustentar as iniciativas e para dar orientação diante de direções confusas. Nossos negócios, quando se encontram nos primeiros estágios, são vulneráveis e exigem cuidados especiais. Nos momentos de impasse, o melhor é consolidar a experiência e reforçar a confiança.

A determinação de seguir uma direção correta promete grandes recompensas. Um dos riscos que espreitam a germinação do novo é o de dispersarmos nossas forças ao tatear às cegas em propósitos incoerentes. Outro erro é realizar movimentos prematuros, impulsivos, que podem trazer resultados opostos ao desejado.

É favorável consolidar o que já foi conquistado até agora. Caso estejamos sendo abandonados pelos aliados, é importante encontrar novas parcerias, aguardando o momento propício para reiniciar o caminho do crescimento. Quem se aproxima do ponto alto de realização deve buscar associações, para fortalecer o espaço conquistado e garantir a permanência no ponto de equilíbrio.

Conselho

O homem nobre se ocupa em colocar as coisas em ordem

Interpretação

Nos momentos iniciais, em que surgem dificuldades, a conduta mais sábia é a de dar estrutura e ordem à profusão de elementos disponíveis, do mesmo modo que, para tecer de modo adequado, temos primeiro que desembaraçar os fios, juntando-os em meadas.

Se respeitarmos os presságios, nosso sucesso estará assegurado.

____________________________________

Linhas móveis

Linha móvel (nove) na primeira posição significa:

Hesitação e obstáculo.
É favorável permanecer perseverante.
É favorável designar ajudantes.

Se alguém encontra obstáculos ao início de um empreendimento, não deve forçar o avanço e sim deter-se para refletir. Entretanto não deve se deixar desviar, mantendo a constância e a perseverança de modo a não perder de vista sua meta. É importante procurar o auxílio certo. Só o encontrará evitando a arrogância e associando-se a seus semelhantes com espírito de humildade. Desse modo atrairá aqueles que o ajudarão a enfrentar as dificuldades.

Linha móvel (seis) na segunda posição significa:

As dificuldades se acumulam.
O cavalo e a carroça se separam.
Ele não é um malfeitor.
Deseja cortejar no momento oportuno.
A jovem é casta, não se compromete.
Dez anos e então ela se compromete.

Alguém está diante de dificuldades e obstáculos. Repentinamente há uma mudança, como se alguém chegasse com cavalo e carroça, e os desatrelasse. Isso ocorre tão inesperadamente que se desconfia ser o recém-chegado um malfeitor. Pouco a pouco se verifica que ele não tem más intenções, mas procura estabelecer amizade e oferecer ajuda. Mas o oferecimento não deve ser aceito, pois não procede da fonte certa. Deve-se esperar até que o prazo se cumpra; dez anos formam um ciclo completo de tempo. As condições normais retornam para si próprias, e então podemos nos unir ao amigo que nos está destinado.

A imagem de uma noiva, que permanece fiel ao seu amado em meio a graves conflitos, dá um conselho para essa condição excepcional. Quando, em épocas de dificuldades, um obstáculo é encontrado e um alívio inesperado é oferecido por uma fonte estranha, deve-se proceder com cautela, evitando assumir compromissos prematuros, que poderão tolher a liberdade de decisão. Caso se aguarde o momento adequado, tudo se tranqüilizará e o que se almejava será alcançado.

Linha móvel (seis) na terceira posição significa:

Quem caça o veado sem o guarda-florestal
só poderá se perder na floresta.
O homem superior compreende os sinais do tempo
e prefere desistir.
Continuar traz humilhação.

Se um homem quer caçar sem guia numa floresta desconhecida, se perderá. Não se deve tentar escapar das dificuldades de maneira irrefletida e sem orientação. O destino não se deixa enganar. Um esforço prematuro, sem a necessária orientação, conduz ao fracasso e ao infortúnio. Assim, o homem superior, identificando as sementes do que está para acontecer, prefere renunciar a um desejo do que provocar o fracasso e o infortúnio, tentando consegui-lo pela força.

Linha móvel (seis) na quarta posição significa:

O cavalo e a carroça se separam.
Busque união.
Ir adiante traz boa fortuna.
Tudo atua de modo favorável.

Alguém se encontra numa situação na qual o dever impõe agir, mas não dispõe de força suficiente. Surge uma oportunidade para se fazer contatos. Deve-se aproveitá-la. Um homem não deve permitir que uma falsa reserva ou um falso orgulho o detenha. É sinal de clareza interior dar o primeiro passo, mesmo quando isso envolve um certo grau de abnegação. Não é vergonhoso aceitar ajuda numa situação difícil. Caso se encontre o ajudante certo, tudo irá bem.

Linha móvel (nove) na quinta posição significa:

Dificuldades em abençoar.
Uma pequena perseverança traz boa fortuna.
A grande perseverança traz infortúnio.

Alguém se encontra numa situação na qual é impossível exprimir suas boas intenções de modo a que tomem forma, e sejam compreendidas. Outras pessoas interpõem-se e deformam tudo o que se fez. É preciso então ser cauteloso e proceder por etapas. Não se deve forçar a realização de algo grandioso, pois o sucesso só é possível quando já se dispõe da confiança geral. Somente o trabalho realizado em silêncio, com lealdade e consciência, poderá, pouco a pouco, levar a situação a se esclarecer e os obstáculos a desaparecerem.

Linha móvel (seis) na sexta posição significa:

O cavalo e a carroça separam-se.
Derramam-se lágrimas de sangue.

As dificuldades iniciais são pesadas demais para algumas pessoas. Elas ficam presas e já não encontram mais a saída. Cruzam os braços e renunciam à luta. Uma tal resignação é o que há de mais triste. Por isso Confúcio faz a seguinte observação a respeito dessa linha: “Derramam-se lágrimas de sangue: não se deve persistir numa tal atitude”.

Sobre Constantino K. Riemma

Constantino K. Riemma
É autor de diversos textos sobre I Ching, Astrologia e Tarô. Trabalha como Terapeuta há 20 anos utilizando estas linguagens simbólicas como ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *