Home / Métodos de Sorteio do I Ching / Como Sortear o I Ching com Cartas

Como Sortear o I Ching com Cartas

Baralhos com os hexagramas

Um ponto de encontro entre o baralho ocidental e o oráculo chinês foi a criação de jogos com 64 cartas ilustradas pelos hexagramas do I Ching. Constituem alternativas para facilitar a obtenção das respostas do Livro das Transmutações.

O processo de sorteio

  1. O modo de sorteio é bem simples. Recomenda-se embaralhar as cartas, espalhar sobre a a mesa e, com o pensamento ligado na questão, sortear uma carta. O Hexagrama apresentado na carta trará a resposta, que poderá ser estudado em detalhes no texto de confiança do consulente ou que estiver disponível na Internet. Veja o siginficado dos hexagramas do I Ching.
    Essa primeira carta sorteada também poderá ser considerada como a situação inicial.
  2. Para conhecer o encaminhamento ou conclusão do assunto consultado, retira-se então uma segunda carta que equivale ao hexagrama final, tal como é designado no sorteio com moedas e varetas. Isso feito, compara-se os dois hexagramas de resposta: as linhas diferentes entre eles serão consideradas como linhas móveis do primeiro e segundo hexagramas. 
    Conheça mais sobre como interpretar o I Ching.

Exemplo

Um exemplo poderá deixar mais claro o sorteio com as cartas:

Como Sortear o I Ching com Cartas
Cartas ’27 – Nutrição’ e ‘8 – União’.

Se o consulente desejar uma resposta pontual, com uma única carta, e sair 27 – Nutrição, bastará ler o texto do Oráculo (Julgamento) e do Conselho (Imagem) do respectivo hexagrama. Se desejar conhecer o desenrolar do assunto deverá retirar uma segunda carta, que no caso deste exemplo foi 8 – União. O passo seguinte será comparar as linhas dos dois hexagramas sorteados. Neste exemplo podemos observar que a 1ª, 5ª e 6ª linhas são diferentes no segundo hexagrama; assim sendo, o consulente devera ler também os textos referentes às linhas móveis 1, 5 e 6 do primeiro hexagrama  sorteado, ou seja, 27 – Nutrição.

Tal como no sorteiro com moedas ou varetas, quando saem linhas móveis, a sugestão é a de lermos o texto do hexagrama inicial, o texto das linhas móveis e o texto do segundo hexagrama, como indicação simbólica do desenvolvimento ou dos desdobramentos da questão formulada.

Cartas do I Ching

[pw-woo-ad-search-grid id=”1082″]

Sobre Constantino K. Riemma

Constantino K. Riemma
É autor de diversos textos sobre I Ching, Astrologia e Tarô. Trabalha como Terapeuta há 20 anos utilizando estas linguagens simbólicas como ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *